Recém-nascido

mascote-capaDurante mais de 50 anos, Alex Kurzem escondeu de todos que aos cinco anos fora adoptado pelos nazis. Apenas em 1997 decidiu contar o seu segredo e reconstruir, com a ajuda do filho Mark, o percurso que o levou nos anos 40 da Bielorrússia até à Austrália.

Em Outubro de 1941 fugiu da sua aldeia perto de Minsk, depois de a mesma ser invadida pelos nazis e de a sua mãe e irmãos terem sido mortos. Refugiado na floresta, acabou por ser entregue a soldados letões das unidades de extermínio das SS. Foi salvo da morte por um desses soldados, que decidiu poupá-lo mesmo sabendo que se tratava de um judeu, lhe arranjou um nome letão e um uniforme do regimento. Transformado em mascote pelos nazis, acompanhou e testemunhou as atrocidades cometidas sobre populações indefesas e chegou a participar num filme de propaganda da época, sendo apresentado como «o mais jovem nazi do Reich». Em 1944, com o aproximar do final da guerra, foi entregue a uma família letã e, cinco anos depois, chegou à Austrália. Quase cinco décadas mais tarde, decidiu finalmente revelar a sua extraordinária história nesta obra fascinante escrita pelo seu filho.

«Os soldados fuzilaram a minha mãe. Enfiaram a baioneta no meu irmão e na minha irmã. Gritei e depois mordi a mão para me controlar. Para que ninguém ouvisse o meu grito. Não deixava de pensar: “Não deixes que alguém te ouça, ou fazem-te o mesmo.”

«Vi tudo», disse ele no mesmo tom. «Todo o dia. O fuzilamento durou o dia todo. Tapei as orelhas para não ouvir o barulho. O horror continuou sem parar. Acredito que tenha enlouquecido, ficando por vezes inconsciente.»

Mark Kurzem cresceu em Melbourne, na Austrália. Filho de imigrantes letões, estudou nas universidades de Melbourne, Tóquio e Oxford. Trabalhou em investigação política e relações internacionais no Japão, Austrália e Reino Unido. Em 2002, produziu e escreveu o guião de um documentário, com o mesmo título do livro, onde relata a incrível história do seu pai. Vive em Oxford, no Reino Unido.

A Mascote
Mark Kurzem

Tradução: Isabel Castro

472 Páginas
Colecção: O Passado e o Presente
22,00 €
Nas livrarias a partir de 23 de Abril

(Texto Guerra e Paz)

Advertisements

About this entry